Slider

Dulce Maria lança “Amigos Con Derechos”, fala sobre maternidade e série na Netflix

0
Dulce Maria realizou ontem (08/07) uma entrevista coletiva onde falou sobre o novo álbum “Origen”, como está sendo ser mãe e também sobre a série da Netflix: “Falsa Identidad”.

Sobre o álbum “Origen”, Dulce comentou que o disco, no qual traz diversas composições feitas ao longo dos anos, está finalizado há quase dois anos, é que é um retrato dos seus 30 anos de carreira e também um resumo pessoal da sua vida.


“Origen” já conta com as músicas “Más Tuya Que Mía” (Que ja foi lançada no disco, Para Olvidarte de mi, do RBD), “Te Daría Todo”(Que ja foi lançada no disco, Para Olvidarte de mi, do RBD), “Tú y Yo”, “Lo Que Ves No Es Lo Que Soy” e “Nunca”. Para completar, hoje (09/07) saiu “Amigos Con Derechos”, o mais novo single do seu quarto álbum de estúdio.

A canção escrita por ela e Marcela De La Garza fala sobre dois amigos que se gostam, mas um deles não assume o relacionamento. Ele será o último single antes do lançamento oficial do álbum:

“Sabe quando temos uma pessoa que gostamos muito, que não sabemos se vai funcionar ou não, que um dia está junto com você e no outro não, que quando te procura você sempre acaba cedendo? Essa canção fala muito sobre eu não estar mais lá sempre que a pessoa quiser. Acho que é uma coisa que todos nós já passamos. É uma canção que também utilizamos muitos instrumentos diferentes, me diverti muito fazendo”.


A integrante do RBD, ainda comentou que no inicio da carreira solo, se sentia perdida, e que agora se sente mais confiante com o passar dos anos: “Escrever qualquer projeto artístico que demostre parte de você, estará sujeito à vulnerabilidade. Me alegra muito poder compartilhar parte da minha história. Quando algo assim sai de ti, é como uma terapia. Com ‘Origen’ está sendo o contrário, estou resgatando a minha essência da forma mais pura e simples, agora tenho minha família, minha bebê e sinto que não estou mais perdida sobre o que quero fazer“, conta.

Dulce Maria disse ainda que o álbum provavelmente sai entre agosto e setembro.

Sobre sua filha, quando questionada se incentivaria na carreira, a cantora disse que vai deixa-la escolher: “Eu gostaria que Maria Paula fosse feliz, livre com suas próprias decisões. Estarei aqui para apoiá-la. Não gostaria de influenciar, quero que ela seja feliz”.

Maria Paula poderá ter a sorte de ter composições feitas para ela: “Não tenho tempo para nada. Me passa muitas ideias pela cabeça, mas não consigo sentar para poder compor. Amaria fazer algo para minha bebê”.

Sobre o sucesso da série “Falsa Identidad” pelo mundo, Dulce Maria diz que está muito feliz com o resultado e que se esforçou muito para interpretar a personagem: “Estou muito contente com todo o resultado de Falsa Identidad que vem sido um sucesso em vários países. Gravei em meio a uma pandemia, enquanto estava grávida. Tive que ir a um treinamento de tiro para aprender a disparar, a manusear a pistola. Também tive ensaios com a leitura de livros com um couch para fazer tudo isso, para formar o personagem e entendê-la. Gostaria de seguir atuando. Estou me descobrindo uma nova mulher agora que sou mãe. Então não sei como fazer, mas gostaria.” completou.

Em agradecimento, Dulce deixou um recado a todos: “Quero agradecer a todos pelo apoio e mandar muitos abraços e força, porque são tempos difíceis para todos“, finalizou.

por Bruno Polidoro / colaboração: Daniel Carvalho

Nenhum comentário

Postar um comentário

PROGRAMAÇÃO

O Mundo de Ulysses, Pix, Yeeaah Zone, Nextplay, incena
© YEEAAH - Todos os direitos reservados